InícioSetoresAlimentos e bebidasA bomba peristáltica transfere a pasta fluida de peixes

Uma fábrica de processamento de peixes no norte da França fileta o peixe inteiro e processa o restante para produzir alimentos para animais e blocos congelados como atrativo para tubarões.

O processo existente é bastante simples: um homem coloca a pasta fluida entre o recipiente do triturador e o carrinho do contêiner, que pode ser levado até a próxima etapa do processo.

O gerente da fábrica entrou em contato com a Verder, perguntando se eles poderiam fornecer uma solução de bombeamento que acelerasse o processo.

A Verder recomendou o uso de uma bomba peristáltica Verderflex VF80 para manipular a pasta fluida de peixes. Essa seleção se deve ao princípio de funcionamento peristáltico de um rotor e uma mangueira flexível, permitindo a passagem fácil da pasta fluida de peixes. O rotor extrai o produto viscoso e espesso.

O produto, composto por ossos de peixes, grãos e escamas, é muito abrasivo. No entanto, nenhum componente de trabalho entra em contato com a pasta fluida. A mangueira é comprimida conforme o rotor circula, criando uma vedação temporária para que o produto possa ser movido sem qualquer desgaste abrasivo.

A fábrica de processamento ficou satisfeita em poder reimplantar o trabalhador e o tempo de processamento foi reduzido consideravelmente.