InícioSetoresImpressão e embalagemBombas peristálticas resolvem o problema de transferência de tinta

Bombas peristálticas resolvem o problema de transferência de tinta

A Peterson Packaging, sediada na Dinamarca, tinha dificuldade de transferir a tinta dos recipientes de armazenamento para os rolos da máquina de impressão. As bombas de diafragma a ar que eram utilizadas não conseguiam transferir a tinta à base de água com a suavidade necessária, e isso causava a formação de bolhas na tinta, que eram transferidas para o produto acabado. Isso estragava a embalagem, provocava desperdício e aumentava as despesas. 

A bomba peristáltica Verderflex Dura 15 ofereceu à Peterson Packaging a capacidade de transferir a tinta suavemente, sem criar bolhas, coube no espaço limitado disponível e foi rentável. 

Na bomba peristáltica, a tinta fica totalmente contida em uma mangueira que é comprimida por um rolo giratório. Em seguida, esse processo impulsiona a tinta ao longo da mangueira. Quando a mangueira se recupera, o vácuo resultante puxa mais líquido. Isso gera um processo de bombeamento mais suave e preciso. Já que o líquido fica totalmente contido na mangueira, não há possibilidade de contaminação cruzada ou derramamento.

A linha Verderflex Dura talvez seja a bomba peristáltica mais avançada disponível. Seu projeto exclusivo oferece uma ocupação de espaço 70% menor que a de bombas semelhantes. Isso é perfeito para a Peterson Packaging, que precisava de 5 bombas, localizadas em um espaço limitado ao final de cada linha de impressão.

A Peterson Packaging está extremamente satisfeita com os resultados obtidos após a instalação das bombas Dura 15 no processo de impressão. 

• A tinta não apresenta bolhas, graças ao processo de bombeamento suave 

• Como a única peça que entra em contato com a tinta é a mangueira, a limpeza e manutenção são muito fáceis. 

• Trocar de cor é rápido e fácil 

• A bomba pode operar a seco sem sofrer danos 

• Opera de forma mais silenciosa e eficiente que as bombas de diafragma a ar, barulhentas e caras.  

• Tempo de inatividade reduzido, já que a única peça de desgaste é a mangueira