InícioSetoresMineraçãoBombas de mangueira no processo de produção de sal

Bombas de mangueira no processo de produção de sal

Uma das maiores vantagens da bomba de mangueira Verderflex fabricada na Grã-Bretanha é a imunidade aos efeitos negativos do tratamento de altos teores de sólidos e substâncias abrasivas. Os outros projetos de bomba ficam sujeitos à manutenção e à troca de peças que custam caro, mas os usuários das bombas peristálticas de mangueira Verderflex podem aproveitar a produção sem problemas e os custos baixos de operação.

Um dos clientes que se beneficiou disso foi empresa produtora de sal na Espanha. Quando essa empresa expandiu a produção em 2009, optou por instalar uma série de bombas peristálticas Verderflex para aprimorar o processo.

Embora o sal seja o produto principal, a matéria prima do qual ele é extraído também contém sílica, além de lama e outros minerais. Esses silicatos de sódio são amplamente utilizados em produtos que vão de conservantes alimentares e tratamento de água a reparo de motores automotivos e proteção contra incêndios. Depois de escavado nas colinas em torno da planta, a matéria prima é combinada com água em um recipiente de mistura para dissolver o sal.

O coquetel de água salgada, lodo de sílica e lama é transferido para um sistema de decantação para ser separado. No tanque, uma bomba de mangueira Verderflex VF65 é responsável por transferir o lodo de sílica, altamente abrasivo, para um tanque de armazenamento.

A abrasão não é um fator limitante para as bombas peristálticas Verderflex, principalmente porque elas não possuem vedações nem válvulas que entram em contato com o líquido bombeado. O lodo de sílica fica totalmente contido na mangueira de borracha natural, projetada especialmente para reduzir a fadiga e proporcionar uma longa vida de serviço. A mangueira, de substituição fácil é rápida, é a única peça de desgaste, minimizando o tempo de inatividade.

Geralmente, as mangueiras das bombas peristálticas falham devido à fadiga entre as camadas de borracha e o reforço. O processo de produção superior empregado pela Verderflex garante uma espessura exata da parede, e são mantidas as tolerâncias exatas de diâmetro interno e externo em todos os pontos, sem necessidade de usinagem exterior. A superfície texturizada da mangueira cria, de fato, microbolsas de lubrificação, que melhoram ainda mais a cobertura do lubrificante e aumentam a sua vida útil.

Duas outras bombas Verderflex – uma VF40 e uma VF65 – são utilizadas para transferir o lodo de lama a uma prensa de filtro para retirar a água. Em seguida, a água salgada é filtrada novamente para remover mais impurezas. Após a evaporação, cristalização, granulação e formação, o sal sai do processo na forma de grãos de alta pureza.